SOCIOLOGIA & OPINIÃO / ANO 9

América do Sul, Brasil,
PÁGINA INICIAL LEIA ANTES! SOBRE O EDITOR TEXTOS DO EDITOR BIBLIOTECA MATERIAIS DE AULAS

segunda-feira, 30 de abril de 2012

A farsa da ética “telhado de vidro”

Imagem retirada do sítio http://jornalismob.files.wordpress.com/2012/04/demc3b3stenes-veja.jpg

Nas últimas semanas o Brasil e o mundo tem acompanhado denúncias e mais denúncias que escancaram uma das faces ilegais da direita brasileira. Mesmo que muitos tenham problemas em conceituar o cenário político atual por intermédio de distinções ideológicas, parece claro que elas ainda existem (ver o ensaio que escrevi sobre a temática). No polo da direita nacional, a revista Veja e o Partido Democratas (do qual Demóstenes Torres fazia parte) podem ser descritos como exímios representantes.

Nunca entendi por qual razão a citada revista não se admite situada num determinado campo político. Talvez com a sua falsa neutralidade ela garanta um número maior de vendas. Se bem que a sua circulação se dá, de modo geral, nos setores mais conservadores. Talvez apenas tente mascarar as suas intenções. Enfim, não me cabe julgar nada disso. O fato importante de ser ressaltado diz respeito às ligações entre o bicheiro Carlos Cachoeira, a revista Veja e o ex-senador Demóstenes Torres (ex-DEM).

A Operação Monte Carlo, deflagrada pela Polícia Federal, conta com mais de 200 ligações telefônicas entre o editor-chefe da Veja e Carlos Cachoeira, de acordo com Luis Nassif. Não bastasse a promiscuidade potencializada por tais conversas, a revista se notabilizou nos últimos anos por elogiar veementemente Demóstenes Torres. O político agora flagrado em esquemas ilícitos era rotulado como uma espécie de “bastião da ética” em Brasília. Ética “telhado de vidro”, só se for…

….Saiba mais:

- Jornalismo B – Carlinhos Cachoeira, Demóstenes e Veja
- Comunica Tudo – As relações entre Carlinhos Cachoeira e Veja
- Luis Nassif Online – Como Cachoeira pautava a revista Veja
.