SOCIOLOGIA & OPINIÃO / ANO 9

América do Sul, Brasil,
PÁGINA INICIAL LEIA ANTES! SOBRE O EDITOR TEXTOS DO EDITOR BIBLIOTECA MATERIAIS DE AULAS

sábado, 30 de junho de 2012

As potencialidades analíticas da Nova Sociologia Econômica


No artigo exposto abaixo, disponível no SciELO, o professor do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Edmilson Lopes Júnior (saiba mais), traça um panorama acerca do desenvolvimento da chamada Nova Sociologia Econômica. Como forma de problematizar um fenômeno social que não pertence apenas à disciplina da Economia, o referido escImagem reproduzida do sítio http://blogdoedmilsonlopes.blogspot.com.br/opo de abordagem amplia os horizontes analíticos sobre a temática.

A Nova Sociologia Econômica tem sido uma das mais promissoras reações produzidas dentro do campo da Sociologia à investida do "imperialismo disciplinar" da Economia, ocorrida na década de 80. Nesse momento, quando o reaganismo e o thatcherismo dominavam as paisagens políticas dos EUA e Inglaterra, o paradigma neoclássico hegemônico na Economia parecia, enfim, ter conquistado legitimidade suficiente para ultrapassar o campo limitado das predições sobre o mercado e arvorar-se possuidor de uma base epistemológica capaz de produzir explicações convincentes sobre temas até então abordados prioritariamente pelos sociólogos. Foi assim que os economistas passaram a abordar questões como as escolhas no casamento, as redefinições das taxas de natalidade ou a produção de movimentos sociais em determinados setores da vida social.

Continuar leitura…