SOCIOLOGIA & OPINIÃO / ANO 9

América do Sul, Brasil,
PÁGINA INICIAL LEIA ANTES! SOBRE O EDITOR TEXTOS DO EDITOR BIBLIOTECA MATERIAIS DE AULAS

sexta-feira, 22 de março de 2013

Das saudades e nostalgias

Bernardo Caprara
Sociólogo e Professor

Hoje pela manhã, na véspera de botar em arguição o trabalho de dois longos anos do Mestrado em Sociologia, sentei num dos velhos bancos do Campus do Vale da UFRGS e senti uma sensação tenra de nostalgia. Veio a aprovação, a felicidade decorrente dela, mas também a nostalgia misturou-se com a saudade de um lugar que preencheu vários episódios dos meus últimos sete anos de existência.

Lá, no território daquela Universidade, ganhei muitos amigos, muitas risadas, muitas alegrias e momentos realmente inesquecíveis. Não quero desprestigiar outras Instituições de Ensino Superior. Porém, quero expressar as devidas emoções que a magia daquele local despertou durante a trajetória pausada no dia de hoje. Foi na UFRGS, no Campus do Vale, que tive a convicção do percurso que associaria prazer, conhecimento e profissão numa aventura de vida que iniciava em 2005.

Se atualmente trilho alguma estrada nessa vida louca, efêmera e volátil que atravessa os nossos cotidianos, uma enormidade dos passos que dei está marcada no solo lá das bandas do bairro Agronomia. Que me desculpem os apologistas do "mercado da educação e do conhecimento", mas a UFRGS é, sim, uma Universidade de excelência. A educação é um direito, não uma mercadoria. Se existe um "clima universitário", ele ferve nos corredores dela, vivo e quase sem quaisquer artificialismos. Ficam as saudades e um, quem sabe, "até logo".
.