SOCIOLOGIA & OPINIÃO / ANO 9

América do Sul, Brasil,
PÁGINA INICIAL LEIA ANTES! SOBRE O EDITOR TEXTOS DO EDITOR BIBLIOTECA MATERIAIS DE AULAS

sexta-feira, 14 de junho de 2013

O mundo está em convulsão

Bernardo Caprara
sociólogo e Professor

Tantas coisas para dizer. Tantos nós na garganta. Não é só por alguns centavos. Aqui, no Rio, em São Paulo, no Chile, na Turquia, na Grécia ou na Espanha. São as brutais desigualdades; a concentração de riquezas; o racismo; a homofobia; o machismo; uma mídia ignorante e despreparada; a especulação imobiliária; o descaso na educação; o abandono na saúde; o medo generalizado para com o outro; o medo da polícia discriminadora; a falta de perspectivas; a corrupção em todas as esferas; enfim, motivos não faltam. A violência está no cotidiano. Seja física ou simbólica. Dia após dia.

O mundo está em convulsão. Todas as pessoas precisam sonhar. Precisam de um passado a se orgulhar, de um presente com oportunidades e um futuro de paz e alegria. Como está hoje, o caminho é o inverso. Só uns poucos desfrutam das bonitezas da vida. Se não mudar, amanhã vai ser maior. Por variadas razões. E amanhã, e amanhã, e amanhã... Até que a esperança volte a ser mais importante do que o mercado, ou do que uma ordem que só traz tranquilidade para alguns favorecidos. Até que uma vida volte a valer mais do que uma vidraça. O mundo está em movimento e nada deve parecer impossível de mudar.
.