SOCIOLOGIA & OPINIÃO / ANO 9

América do Sul, Brasil,
PÁGINA INICIAL LEIA ANTES! SOBRE O EDITOR TEXTOS DO EDITOR BIBLIOTECA MATERIAIS DE AULAS

terça-feira, 16 de maio de 2017

Thomas Piketty e "O Capital no Século XXI"


Bernardo Caprara
Sociólogo e Professor

Depois de mais de dois anos de trabalho, compartilhamos a publicação da resenha sobre o livro de Thomas Piketty, "O Capital no Século XXI". Ela fecha o número 44 da Revista Sociologias, uma das mais lidas no país, cujo dossiê traz artigos sobre Émile Durkheim, 100 anos após a sua morte.O Capital no Século XXI, Piketty O texto é muito modesto perto dos que o acompanham. Procuro apresentar a obra de Piketty e esboçar uma agenda de pesquisa sociológica para além dos aspectos econômicos, investigando as lutas simbólicas que se relacionam com as desigualdades materiais. O resumo da resenha pode ser lido abaixo.

O tema da desigualdade tem uma larga tradição de análise nas Ciências Sociais. Até o final do século XX, a desigualdade econômica ocupava boa parte dessas discussões. De lá para cá, as desigualdades passaram a ser vistas como multidimensionais, mas permanece relevante o estudo da distribuição desigual de renda, riqueza e capital. A obra “O Capital no Século XXI”, do economista francês Thomas Piketty, publicada em 2013, na França, e em 2014, no Brasil, envereda por esse caminho e ilumina novas indagações sobre a atualidade e os rumos da desigualdade econômica. Esta resenha crítica objetiva apresentar as principais contribuições do autor para o debate público e acadêmico. Além disso, ambiciona refletir sobre uma agenda para a Sociologia atual, desde a importância de entender como ocorre a gênese e a legitimação da reprodução das desigualdades de oportunidades no nosso tempo.



.